11 de Novembro de 1918 – Armistício de Copiègne

Depois de quatro anos de lutas sangrentas, a grande guerra chega a um fim.

Antecedentes

A guerra não andava nada bem para a Alemanha, por várias vezes durante estes quatro anos do conflito os alemães estiveram muito próximos da vitória total contra a aliança formada por Reino Unido e França, o ano anterior os germânicos haviam conseguido a rendição do poderoso império russo porém não contava com o desembarque de tropas norte americanas no continente ainda no mesmo ano voltando o equilíbrio da balança do poderio.

As últimas três grandes ofensivas ( Michael, Georgette e Blücher-Yorck ) organizadas pelo alto comando alemão haviam mostrado o cenário que acabava se tornando rotineiro das forças alemãs com um início arrasador de suas tropas perante o inimigo porém ao desenrolar dos combates suas forças acabavam sendo derrotadas.

O comandante geral da Alemanha  Erich Ludendorff estava preocupado e sabia da situação de suas tropas e ordenou então outras duas ofensivas para tentar reverter um cenário que aquela altura já parecia certo, com as operações em Gneisenau e Marne-Reims respectivamente nos meses de Junho e Julho de 1918 o alto comando pode constatar que não havia mais vontade de lutar de seu exército muito menos alguma disciplina entre os mesmos.

Após três anos de extensos combates o fim já era certo, tropas norte americanas cruzavam o oceano para desembarcar na França e assim reforçar os aliados, do lado das potências centrais quem ainda detinha algum poder era somente a Alemanha, os austríacos já não lutavam mais e agora sozinha os germânicos teriam que enfrentar três grandes inimigos.

Erich Ludendorff

Comandante das forças alemãs Erich Ludendorff

Golpe Final e Início das Negociações

Sabendo da fadiga que acarretava as forças imperiais alemãs os aliados organizaram uma série de bem organizadas ofensivas que durariam de julho a setembro de 1918 para a retomada de territórios ocupados pela Alemanha,toda a operação ocorreria sob os cuidados do comandante dos aliados,o marechal Ferdinand Foch.

Essas operações se deram nas regiões de Marne, em Amiens, em Bapaume, em Saint Mihie ( nesta última contaram com o apoio do recém chegado Primeiro Exército Norte Americano ) e em Argonne. Apesar da situação geral dos exércitos alemães essas regiões eram defendidas por excelentes tropas porém não puderam oferecer uma grande resistência a um plano bem elaborado e executado com maestria pelos aliados.

O caos nas linhas alemãs aconteceu com a ruptura da rede de fortes germânicas em território francês entre Cambrai e Saint Quentin e a consequente derrota na Quinta Batalha de Ypres. O governo alemão,então,iniciou as conversas com os aliados para os termos do Armistício.

A Alemanha pretendia negociar com os aliados com base nos quatorze pontos que o presidente norte americano havia proposto ao congresso no ano anterior, porém Britânicos e Franceses não estavam de acordo com isto, o primeiro não aceitava o fim dos bloqueios comerciais e os franceses queriam uma vingança radical e punição exemplar contra os alemães.

O presidente norte americano considerou a opinião de seus aliados porém ameaçou negociar a paz separadamente com os alemães,fazendo com que assim os seus aliados não voltassem a fazer novas objeções a suas propostas. Os EUA exigiram do governo alemão a renúncia de seu Kaiser que apesar do mal estar gerado aceitou a renúncia sendo anunciada a mesma pelo primeiro ministro no dia 09 de Novembro de 1918.

A Assinatura do Armistício

As comitivas se encontraram em um vagão de trem na floresta de Copiègne,França no dia 11 de Novembro de 1918 às 2:45 da manhã, os aliados estavam representados pelo Marechal Foch e pelo almirante Rosslyn Wemyss já os alemães eram liderados por  Matthias Erzberger.

Os termos do armistício foram especialmente rígidos eram imposto ao exército alemão que devia recuar de todos os territórios estrangeiros em até duas semanas todos os seus soldados fora de suas fronteiras,cancelando assim outro acordo desta vez firmado entre russos e alemães em Brest-Litovsk.

Assinado às 5:10 da manhã o armistício entrou em vigor às 11:00 da manhã do mesmo dia encerrando assim um dos maiores conflitos que a humanidade já presenciou.

ArmisticetrainLíderes aliados após a assinatura do armistício em Copiègne

 

Deixe uma resposta