6 de Abril de 1941 – Belgrado capitula

Com apenas 10 homens, o SS-HauptsturmFührer Fritz Klingenberg forçou a capitulação de Belgrado (capital da Iugoslávia) em abril de 1941.

SS-Hauptsturmführer Fritz Klingenberg 3

 

SS-HauptsturmFührer Fritz Klingenberg

A capitulação

A 25 de março de 1941, o governo do regente príncipe Paulo, assinou o Pacto Tripartite (sérvio: Trojni pakt), a adesão ao Eixo na Segunda Guerra Mundial, em uma tentativa de manter o país fora do conflito. No entanto, a iniciativa foi respondida apenas por uma percentagem significativa da população que a 27 de março manifestou-se nas ruas com o slogan “Antes a guerra que o pacto”. O descontentamento tornou-se uma “mossa” nas forças lideradas pelo general Dušan Simovi?, comandante da Força Aérea, e que organizou um golpe de estado e foi proclamado rei, o Príncipe Pedro, então com 17 anos, mas esta era a idade legal (suficiente) para ser declarado monarca. Este facto levou à intervenção directa do Terceiro Reich cuja Luftwaffe, bombardeou a 6 de abril de 1941 a cidade de Belgrado, matando milhares de pessoas (um número estimado de 5.000 a 17.500 habitantes). A Biblioteca Nacional foi destruída juntamente com 300.000 livros e manuscritos da Idade Média, mais de 1.300 deles datados do século XII e XVIII.27 A Iugoslávia foi invadida pela Wehrmacht e os seus aliados italianos, húngaros e búlgaros, e os seus territórios foram incorporados no estado fantoche ocidental nazista do Estado Independente da Croácia.

Belgrad, Zerstörungen

Bombardeio de Belgrado (1941)

Durante o verão e o outono de 1941, em retaliação pela guerrilha em ataques sérvios, os alemães, nas ordens do governador militar, o general Franz Böhme, aplicou a regra de tiro de 100 cidadãos sérvios e judeus para cada alemão morto. Após o estabelecimento do governo “fantoche” do general Milan Nedi?, Belgrado foi a sede do governo durante a guerra.

A ação de  Fritz Klingenberg

Fritz pode ser considerado um dos maiores “blefadores” da Historia Mundial. Ele e mais 10 soldados da SS, tomaram sozinho a capital, com mais de 200 mil habitantes e fizeram 1300 prisioneiros. Os países nessa área haviam sido intimidados pela ocupação alemã da Tchecoslováquia e pelo pacto assinado entre a Alemanha e a URSS em 1939. Entretanto,quando a Grécia repeliu uma invasão Italiana em 1940,a situação começou a mudar. Em 27 de março de 1941,um golpe de Estado causou a queda do governo na Iugoslávia, levando ao poder um regime menos receptivo para os alemães. Hitler, alarmado com o surgimento do bloco grego-iugoslavo, planejou uma invasão imediata. O ataque incumbiu soldados da divisão “DAS REICH” da SS,que se deslocaram para fronteira da iugoslava, de suas posições nas cercanias da cidade de Denta,na Romênia. Como parte do quadragésimo primeiro corpo do Exercito, a divisão recebeu a missão de tomar Belgrado, Capital da Iugoslava.

SS-Hauptsturmführer Fritz Klingenberg 2

 

SS-HauptsturmFührer Fritz Klingenberg

A das Reich, estava entre as forças da Wehrmacht que iriam avança para Belgrado, na suposição de que a resistência iugoslava rapidamente cairia, se a capital fosse tomada. A linha de avanço das divisões,porem estava em um solo muito pantanoso e teve grandes dificuldades em progredir o avanço. A unidade de reconhecimento com motocicletas, contudo, sob o comando do SS-HauptsurmFurher Fritz Klingenberg, descobriu que seus veículos leves poderia fazer grandes progressos viajando pelas trilhas da estrada de ferro e partiu em alta velocidade para Belgrado, enquanto o resto da divisão sofria na lama. Os atrasos resultaram na ordem para a DAS REICH, de parar as margens do Danúbio,o que cancelou seus objetivos. Klingeberg e seus soldados chegaram ao rio na saída de Belgrado,bem a frente das outras unidades Alemãs.Ele decidiu levar um pequeno grupo de voluntario de 10 soldados, e tomando um pequeno barco, atravessou o rio ate a outra margem, e invadiu a cidade.

Seu grupo casualmente encontrou com oficiais da Embaixada Alemã que pediram para proteger o edifício e seus funcionários. Mas Klingenberg percebeu quão pouco defendida a cidade estava naquele momento, então decidiu tentar um blefe.Usando o telefone da embaixada,intimou o prefeito da cidade a se encontrar com ele, o prefeito com sua comitiva foi ao encontro e Klingenberg, que disse a ele,que estava representando simplesmente o grupo de avanço de um enorme e poderoso ataque alemão, e se a cidade não se entregasse imediatamente ele utilizaria o rádio para solicitar uma barragem de artilharia pesada seguida por bombardeiros da Luftwaffe.

O prefeito caiu na armadilha, e depois de uma conversa de uma hora com Klingenberg, ele começou os preparativos necessários para a rendição da cidade. Então, um grupo de aviões alemães sobrevoaram a cidade em uma missão de reconhecimento, e Klingenberg se aproveitou do momento. Ele olhou para cima, apontando para o céu, e lembrou o prefeito que o tempo estava passando. Klingenberg deu sua palavra de que, se todas as instruções fossem seguidas, maiores danos,não se abateria sobre a cidade ou seus habitantes.

As autoridades da cidade parecia aliviados ao ouvir isso. Com apenas 10 soldados alemães, Klingenberg capturou mais de 1.300 soldados e uma cidade com mais de 200 mil habitantes,sem disparar um único tiro. Finalmente, na noite de 13 de Abril, as tropas da Das Reich entrou na cidade e esperava uma luta pesada. Eles haviam desconsiderado transmissões de rádio que tinham recebido a narração de rendição da cidade, acreditando que era um truque inimigo, possivelmente uma tentativa de atrair unidades alemãs para uma emboscada, a inteligência alemã dizia que Klingenberg e seus homens haviam sido capturados, torturados e obrigados a liberar os códigos necessários para comunicações de rádio adequada.

O comandante do XLV Corps estava tão furioso com a situação de Klingenberg ter entregado os códigos ao inimigo, que ele ameaçou enviar Klingenberg a corte marcial se ele fosse encontrado vivo como um prisioneiro. Quando as tropas nazistas entraram na cidade,viram a bandeira alemã hasteada, descobriram que Klingenberg, rendeu a cidade sozinho com 10 soldados da SS. As tropas da Das Reich, que esperavam um combate intenso em Belgrado, foram recebidos com queijo e vinho. Os prisioneiros iugoslavos foram recrutados para reforçar a defesa alemã em caso de ataques partidários. Infelizmente, quando o prefeito percebeu que tinha sido enganado, ele atirou em si mesmo. Fritz Klingenberg Foi condecorado com a Cruz de Ferro por Coragem,Astúcia e Audácia. Assim terminou a campanha Iugoslávia, e agora as tropas nazistas, já poderiam se voltar ao gigante do Leste Europeu.

SS-Hauptsturmführer Fritz Klingenberg

SS-HauptsturmFührer Fritz Klingenberg

Belgrado na guerra

A cidade foi bombardeada pela segunda vez em 16 e 17 de abril de 1944, pelos Aliados, matando cerca 1.600 pessoas. Tanto este, como o bombardeamento alemão de 1941, ocorreram no dia da Páscoa da Igreja Ortodoxa Sérvia.

Finalmente, a 20 de outubro de 1944, as forças dos partizans (comunistas) e o Exército Vermelho soviético, conseguiram expulsar os alemães que ocuparam uma parte da cidade. Na sequência do fim da guerra, a 29 de Novembro de 1945, o marechal Josip Broz Tito proclamada a República Socialista Federativa da Jugoslávia, em Belgrado. O coronel Draža Mihailovi? foi julgado e executado em Belgrado, em 1946.

Durante a II Guerra Mundial, Belgrado perdeu cerca de 50.000 habitantes, e sofreu uma destruição e danos materiais incalculáveis.

 

Deixe uma resposta