06 de Novembro de 1944 – Falece em combate o 2º Tenente Aviador John Richardson Cordeiro e Silva

Um bom aviador brasileiro que se voluntariou junto com outros colegas para lutar pela pátria,porém acabou sendo vitimado pela inconsequência de pilotos americanos que acabaram fazendo que fosse atingido no dia 06/11/1944.

Nasceu no dia 29 de setembro de 1922 na cidade do Rio de Janeiro,de seus pais sua mãe possuia ascendência inglesa. Fez o jardim de infância em excelentes escolas na cidade do Rio de Janeiro e seu último ano foi cursado em um colégio na cidade de São Paulo. Sempre teve uma ligação com aviões,que começava com seu pai que trabalhava na área da aviação civil mais precisamente foi presidente de algumas empresas desta área.

Cursou a Escola da Aeronáutica dos Afonsos e se voluntariou para o 1º Grupamento de Caça,indo junto com seus companheiros  fazer o curso de piloto de caça em Aguadulce,Panamá. Durante o curso mostrou ser um excelente piloto com rápido raciocínio para pensar em soluções em todas as situações,em certo episódio no Panamá, Cordeiro durante o retorno a base de um voo teve problemas com seu trem de pouso mesmo assim sua habilidade permitiu que ele realizasse o pouso sem os mesmos. Partiram para Suffolk , Estados Unidos de onde sempre enviava cartas aos seus pais relatando a rotina dos treinamentos.

Enviado a Itália junto com seus companheiros foram alojados primeiramente em Tarquínia, de onde o 1ºGAvCA começou a operar junto com o 350º Grupo de Combate. Pertencente ao 350º haviam o 347º,346º e o 345º Esquadrões de Caça. Em sua primeira missão de combate John , que era pertencente a Esquadrilha Azul, estava escalado juntamente com o 347º Esquadrão,este era especialmente conhecido por não respeitar nada inclusive não respeitaram a inexperiência do piloto brasileiro fazendo com que em sua primeira missão o mesmo fosse juntamente com eles atacar alvos na região de Bolonha, esta era conhecida pela forte artilharia anti-aérea que a guardava. Em sua primeira passada sobre o alvo o piloto brasileiro foi atingido.

Por estar em uma altura muito baixa para realizar o salto de Para-Quedas o brasileiro decidiu então tentar um pouso forçado em um vale nas linhas aliadas,esta manobra não foi possível e o avião acabou chocando-se contra o solo vitimando o jovem piloto.

Deixe uma resposta