13 de Abril de 1945 – Falece em combate o 2º Tenente aviador Frederico Gustavo dos Santos

Aviador Brasileiro que escolheu voar ao invés de projetar aviões, abatido em combate foi homenageado por inimigos que colocaram sob seu túmulo uma placa de bronze com sua identificação.

frederico santos

Nasceu em Salvador, Bahia em 09 de Outubro de 1925. Foi para os Estados Unidos para seguir o sonho de se tornar aviador, abandonando no Brasil o 2º ano do Curso Complementar para Engenharia do Colégio da Bahia. Foi fazer o curso de operação com o avião P-47 em Baton Rouge, Louisiana, de sua turma composta de 45 jovens somente 26 terminaram o curso, destes 26 somente Frederico e mais dois colegas foram selecionados como pilotos de caça. Durante o curso desenhava em horas vagas aviões de sua própria criação, estes com concepções tão avançadas que ofereceram-o uma bolsa de estudos em engenharia aeronáutica, Frederico  negou-a dizendo que queria mesmo era voar os aviões e continuou sua jornada para se tornar aviador.

Chegou a Itália acompanhado de seus colegas o Aspirante Raymundo da Costa Canário e o Aspirante Diomar Menezes, voou em 44 missões de combate junto a Esquadrilha Azul até que no dia 13 de Abril de 1945 foi escalado para uma missão que consistia em atacar depósitos de munição em Spilambergo, decolou junto a sua esquadrilha e partiu para o bombardeio porém quando seus projéteis fizeram o depósito explodir a bola de fogo ceifou a asa do avião do jovem piloto, imediatamente Santos saltou porém não havia altura e o piloto acabou falecendo na queda.

Foi enterrado por soldados alemães que sob sua sepultura colocaram uma cruz com sua plaqueta juntamente com uma placa de bronze para identificá-lo e ao mesmo tempo prestar uma homenagem.

Leave a Reply