14 de Abril de 1945 – A conquista de Montese

A batalha mais sangrenta enfrentada por brasileiros desde a guerra do Paraguai mostrou aos pracinhas uma nova modalidade mais cruel no teatro de operações, a guerra urbana.

Em 14 de Abril de 1945 as forças aliadas buscavam abreviar aguerra e iniciaram uma série de ofensivas em um episódio conhecido como ” Ofensiva da Primavera” rumo ao Vale do Rio Pó. O comando do 5º Exército Americano encarregou a FEB, por sugestão de seu próprio comandante o general Mascarenhas de Morais, a tomar a cidade de Montese. Cumprido este objetivo um dos obstáculos para o avanço aliado estaria vencido.

Pela primeira e única vez foram empregados somente elementos brasileiros no ataque, desde a guarnição operando a artilharia até os esquadrões de reconhecimento e seus M-9 Greyhound. Para o ataque principal foram escalados elementos pertencentes ao 11º Regimento de Infantaria ( São João del Rey – MG ) , o regimento Tiradentes, ao ataque. Os comandantes brasileiros decidiram que o ataque à Montese deveria estar composto em duas fases, sendo elas a seguinte :

1ª Fase- Missão Secundária às 9 horas : Ataque com 2 pelotões a dois postos avançados do inimigo.

2ª Fase- Missão Principal às 12 horas : Ataque a cidade de Montese, também com 2 pelotões.

montese_2_wikiw

 Entrada em Montese

O Ataque

Cumprida a primeira fase, na hora marcada deu-se início ao ataque em Montese, do 1º grupo escalado para o ataque após atingir a crista do monte teve sua retaguarda atacada ferozmente pela artilharia inimiga fato este que cortou as comunicações com o restante da tropa além de atingir dois soldados, tiveram que cessar seus avanços temporariamente por chegarem face a um terreno minado.

O 2º Grupo de combate avançou por um terreno limpo e estabeleceu contato com o inimigo que não haviam sido neutralizados em seu abrigo pela artilharia brasileira, iniciou-se o ataque para então quebrar as linhas de defesa alemãs e após combate foi vencida a resistência inimiga e assim os germânicos tiveram que recuar face a suas baixas. Rompida a defesa principal os 2 grupos de combate consolidaram sua posição e partiram para o ataque contra os flancos da defesa alemã, que resistiu ao ataque mas devido ao número de baixas e a intensidade do ataque brasileiro recuaram. No dim do dia 14 as encostas Sudoeste da cidade estavam tomadas e a defesa inimiga apesar de presente estava totalmente desorganizada.

Na noite do dia 14 para o dia 15 mesmo tendo na cidade de Montese uma concentração alta ainda de tropas nazistas a artilharia alemã abriu fogo impetuosamente contra a cidade chegando a disparar um total de 2800 tiros contra aquela localidade, mesmo sob fogo intenso da artilharia inimiga os pracinhas no dia 15 continuaram a executar a limpeza da cidade conseguindo-a livrar de tropas nazistas, já no dia 16 Montese era declarada uma cidade segura.

Das 1121 casas da cidade um total de 833 foram destruídas, os brasileiros tiveram um total de 450 baixas entre mortos e feridos um índice este que tornou esta batalha a mais sangrenta desde a guerra do Paraguai.

feb-brasil_011Conquista de Montese – II Guerra Mundial – Tela de A. Martins

 42688

Evacuação de feridos em Montese

Leave a Reply