16 de Setembro de 1996 – Falece o Capitão Theobaldo Antonio Kopp

Abatido no dia 07 de Março de 1945 o Capitão Kopp iniciou sua jornada junto aos partizans para esconder-se até o fim do conflito.

kopp

 

Era líder da esquadrilha vermelha e piloto de combate, no dia 07 de março de 1945 decolou junto com sua esquadrilha composta da seguinte maneira : Kopp ( líder ), Eustórgio era o nº 2, Torres era o nº 3 e Lima era o nº4. A missão da “vermelha” era de atacar a estrada de ferro entre San Michelle e Trento. Foram ao objetivo e cumpriram-no com perfeição posteriormente encontraram alguns B-25 e tiveram que realizar a escolta dos mesmos, terminada esta etapa partiram em busca de alvos de oportunidade.Na região de Suzzara Kopp e seu nº 2 ( Eustórgio ) partiram para realizar um ataque quando foram alvejados pelo canhão anti-aéreo de 37mm ambos tiveram que realizar um salto sob as linhas inimigas.

O capitão ao chegar em solo foi ajudado por partizans italianos que o levava a locais seguros, primeiro a uma casa afastada dos lugares de busca que os alemães faziam na procura do piloto brasileiro, tal  como é relatado por Rui Moreira Lima em seu livro Senta a Pua ! :

” Foram quatro dias sem incidentes, onde imperava a calma, o silêncio e a falta de notícias. Isso o punha nervoso, porém a calma era tanta que o Kopp passou a se integrar na vida local e na paisagem da região como um autentico camponês. “

Ficou em sua jornada escondido em casas que os partizans conseguiam arrumar para o mesmo, esperando a ofensiva aliada que o piloto sabia que não tardaria, a tão esperada notícia chegou ao capitão no dia 16 de Abril de 1945 quando estava hospedado em uma casa que contava com um rádio clandestino que captava a transmissão da BBC de Londres. Ficou até a cidade de Fabrico até a chegada da vanguarda aliada no dia 21 de Abril de 1945, a chegada da mesmo Kopp pediu para que os partizans enviassem o mesmo ao quartel general da 12º Força Aérea, apesar de considerarem prematuro o deslocamento acabaram concordando com ele.

Durante a ida dos mesmo em direção sul ao encontro de mais forças aliadas, acabaram sendo alvo de forças alemãs e iniciaram uma troca de tiros, sendo que um dos líderes dos partizans conhecido como “americano” acabou alvejado e morto pelos germânicos parte dos guerrilheiros foram buscar reforços e falaram para o aviador brasileiro continuar com o fogo contra os nazistas, passados 15 minutos eles chegaram com mais homens e renderam os alemães. Os partizans iniciaram um julgamento no mesmo local e executaram todos os prisioneiros de guerra que haviam capturado.

Após chegar em uma rodovia outra jornada começou pois não estava com sua identificação, somente sua dogtag ( plaqueta ) o que para muitos homens do exército americano não era suficiente fazendo com que assim Kopp ficasse mais um tempo esperando por uma carona até um soldado o questionar árduamente e obter assim a confirmação de que realmente se tratava de um aviador do primeiro grupamento de caça brasileiro e deu então uma carona ao mesmo até a base da USAAF.

Chegou na base no dia 23 de Abril e foi interrogado normalmente no dia 24 de onde foi mandado para um hotel em Florença, onde entrou em contato com os brasileiros em Pisa que organizaram-se e foram buscá-lo. Na mesma tarde do dia 24 chegou a base aérea em Pisa junto aos seus colegas que o recepcionaram. No dia 18 de Junho foi junto com alguns colegas buscar unidades do P-47 nos Estados Unidos para levá-los ao Brasil.

Faleceu em 16 de Setembro de 1996

 

Leave a Reply