8 de Março de 2014 – Morre J. “Wild Bill” Guarnere, um dos últimos Band of Brothers

Morreu Wild Bill Guarnere, sargento veterano da Easy Company, 2 º Batalhão, Regimento de Infantaria Pára-quedistas 506, da 101 ª Divisão Aerotransportada do Exército dos Estados Unidos.

-4060e44858c164d7

William Guarnere

William Guarnere nasceu no sul da Filadélfia, Pensilvânia. Caçula de 10 irmãos, filho de Joseph “Joe” e Augusta Guarnere. Durante a Grande Depressão, ele foi incluído no programa Cidadão Militar ‘Training Camp'(CMTC), programa de ajuda do governo. Sua mãe havia dito aos recrutadores que ele tinha 17 anos (idade aceita para o programa) quando na verdade estava com 15. Passaria três verões na CMTC, mas acabou levando quatro anos para concluí-lo. O plano era que, uma vez concluído seu treinamento, se tornaria um oficial no Exército dos Estados Unidos. Infelizmente, depois do seu terceiro ano, o programa foi cancelado devido à guerra que já havia explodido na Europa. Em 31 de agosto de 1942, Guarnere alistou-se no Regimento Pára-quedista e começou a treinar em Camp Toccoa, na Geórgia.

 

guarnere2

Guarnere, 4º homem da esquerda para à direita

William Guarnere seria destacado para a Easy Company, 2 º Batalhão, Regimento de Infantaria Pára-quedistas 506, da 101 ª Divisão Aerotransportada. Faria seu primeiro salto em combate no Dia D, como parte da invasão aliada da França. Divisão esta que seria uma das precursoras do ataque, juntamento com a 82ª Divisão Aeroterrestre. Ele ganhou o apelido de “Wild Bill” por causa de sua atitude negligente em relação aos alemães.
Outro apelido que ele possuia era ‘gonorréia’ devido a semelhança com seu sobrenome (esta foi usada na minissérie Band of Brothers). Demonstrava forte ódio para com os alemães, porque um dos seus irmãos mais velhos, Henry, foi morto lutando contra o exército alemão na campanha italiana de Monte Cassino.
Guarnere faria jus ao seu apelido de “Wild Bill”, um terror no campo de batalha, atacando ferozmente os alemães, durante os confrontos.

greaves_bob_2008_09_17b
Na madrugada do dia 6 de junho, juntamento com o Tenente Winters e outros poucos homens, tentam alcançar o seu objetivo, ou seja, garantir a pequena vila de Sainte-Marie-du-Mont. O grupo rumou para o sul, ouviram então um pelotão alemão de abastecimento vindo para assumir uma posição defensiva e preparar emboscada para as tropas de desembarque. Winters disse aos seus homens para aguardar o seu comando ao fogo, mas Guarnere estava ansioso para vingar seu irmão e antecipando a ação, fez com que os demais abrissem fogo matando a maioria dos alemães da unidade.

Mais tarde, na manhã do dia 6 de junho, Winters preparou um ataque contra um grupo de obus de 105mm em Brécourt Manor. Guarnere foi nomeado comandante do 2º Pelotão e,juntamente com um grupo de 11 homens, atacou a força alemã, com aproximadamente 50 soldados. O ataque liderado por Winters foi usado mais tarde como exemplo na academia de West Point (ataque de um grupo menor à uma força maior em uma posição defensiva). Em meados de outubro de 1944, no lado sul do Rio Reno, durante a Batalha de Bastogne (Batalha do Bulge), foi baleado na perna direita por um sniper. O impacto derrubou-o da moto, fraturando a tíbia direita, e também alguns estilhaços nas nádegas direita. Em 17 de outubro foi retirado da frente e batalha e enviado para um Hospital na Inglaterra.

DSC_0160
Acabaria perdendo parte da perna em tentativa de ajudar seu amigo Joe Toye em um bombardeio alemão na floresta das Ardenas, amputada um pouco acima do joelho. Após ter sido dispensado em 1945, recebeu um atestado de 80% de invalidez. Em 1967, finalmente obteve atestado de invalidez total e conseguiu aposentar-se. Seu filho mais velho também foi paraquedista, no Vietnã. Ele foi interpretado na minissérie Band of Brothers da HBO pelo ator Frank John Hughes.

Guarnere recebeu a Estrela de Prata por bravura em combate, durante o assalto a Brécourt Manor no Dia D, mais tarde foi condecorado com duas Estrela de Bronze e duas Purple Hearts, fazendo dele um dos dois únicos membros da Easy Company (sendo o outro Lynn Compton ), a ser concedido a Silver Star durante todo o período da guerra, enquanto membro da Easy.

 

Condecorações:

  • Silver Star
  • Bronze Star
  • Purple Heart
  • Good Conduct Medal
  • European-African-Middle Eastern Campaign Medal
  • World War II Victory Medal
  • Presidential Unit Citation

 

Stephen Ambrose (1992) destaca em seu livro “Band of Brothers” a dura batalha da 101ª Divisão Aerotransportada durante o cerco a Bastogne, fato este reconhecido pelo Comando Supremo dos Aliados, como sendo o primeiro caso em que uma divisão inteira recebia a Medalha Congressual de Honra ao Mérito (The Distinguished Unit Citation), instituída em 26 de Fevereiro de 1942. É uma condecoração concedida pelo Presidente dos Estados Unidos em nome do Congresso Americano a uma unidade militar americana e de nações co-beligerantes por heroísmo extraordinário em situações de combate extremamente difíceis e perigosas, em que a unidade tenha exibido determinação e coragem e principalmente espírito de equipe.

 

Segue o link de algumas entrevistas (sem legenda):

)
)
)
)

Leave a Reply