1937 a 1939 – Como foi o Expansionismo Nazista?

Os objetivos expansionistas de Hitler eram cada vez mais evidentes. A próxima etapa foi a anexação da Áustria à Alemanha. Para isso, baseava-se na justificativa de que alemães e austríacos eram povos germânicos. Portanto, deviam estar unidos num único país e sob um mesmo governo. A anexação ou o Anschluss, foi planejada pelo Partido Nazista Austríaco. Após assassinarem o chanceler da Áustria, os nazistas assumiram o governo e convocaram as tropas alemãs para invadir o país e anexá-lo à Alemanha.

Posteriormente, por meio de um plebiscito, o povo austríaco confirmou seu apoio à anexação. O próximo passo do Führer foi reivindicar a anexação dos Sudetos, região industrial pertencente à Tchecoslováquia. A justificativa para isso era que a maioria da população que aí vivia era de origem alemã. Os tchecos, porém, tinham um tratado com a França e a União Soviética, em que esses dois países se comprometeriam a defender a Tchecoslováquia em caso de agressão militar. Portanto, se o exército alemão invadisse o território tcheco, uma nova guerra seria desencadeada. A Inglaterra e a França apelaram outra vez para a política de apaziguamento. Em setembro de 1938, representantes da Alemanha, da França, da Inglaterra, com a mediação de Mussolini, da Itália, reuniram-se em Munique para decidir os destinos dos territórios tchecos. A Inglaterra e a frança cederam às imposições de Hitler, permitindo a anexação dos Sudetos. Sem o apoio da França e da União Soviética, a Tchecoslováquia não teve outra alternativa senão entregar essa região à Alemanha. Mas a ação de Hitler sobre o território tcheco não parou por aí.

No ano seguinte, março de 1939, acabou por desmembrar o restante da Tchecoslováquia: incorporou a Boêmia e a Morávia, sob a forma de protetorado, e proclamou a independência da Eslováquia. Com a integração da indústria tcheca, a capacidade bélica da Alemanha cresceu de forma significativa. Aproveitando-se da mesma situação, Mussolinii conquistou a Albânia, em 1939. No mesmo ano, a Itália e a Alemanha, os dois Estados totalitários da Europa ocidental, fizeram uma aliança, o Pacto do Aço.

Comments are closed.